Autor Tópico: Trilha do Bonete - Insanidade  (Lida 12814 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Marcelus

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 3.965
  • Sexo: Masculino
  • CTBA - O FOL é livre, vc entendeu essa mensagem?
Re: Trilha do Bonete - Insanidade
« Resposta #15 Online: Novembro 19, 2007, 06:51:51 am »
"O que que o cara do posto falou??"
  "-Nem tenta"  i.aia; i.aia; i.aia; i.aia;


  Pelo que deu para ver vocêis passaram mais tempo empurrando a moto pedra acima do que andando de moto!! Parabens para todos!!! O video ficou muito bom sem contar que sofreram em alguns lugares hein!! Isso que é espirito de equipe!!  ,10468
Nao me julgue pela aparencia!

Offline Konishi

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 7.109
  • Sexo: Masculino
  • Araraquara SP
Re: Trilha do Bonete - Insanidade
« Resposta #16 Online: Novembro 19, 2007, 07:29:34 am »
Que bando de doidos :hihihi
Esses vao ter muita estória para contar, e haja adrenalina ...
E eu aqui estou me dando por satisfeito em conseguir passar a perna por cima da moto para poder montar e pegar uma estrada. Parabéns Fecker e Salles. Gostei dos videos, trabalho de equipe. Ainda bem que acharam dois companheiros a mais para ajudar. E todos com alto astral. Fizeram videos da volta? Deve ter sido hilário a subida daquele barranco. Deviam mudar o nome para trilha do sabonete. :hihihi

Valeu!
Paz e amor Bixo ! E moto na estrada !

Offline Pinheiro

  • Enrolando o cabo
  • ****
  • Mensagens: 359
  • Sexo: Masculino
Re: Trilha do Bonete - Insanidade
« Resposta #17 Online: Novembro 19, 2007, 07:52:18 am »
Insanos?????????   :hãaaa

Loucos?????????   :doido

Que nada!!!!!!!!!

É a paixão por motos e trilhas mesmo......  ieba

Parabéns pela tranposição da trilha. Conheço o lugar, mas

de moto nem pensar...... rsrsrsrrsr

Abraço.

Danilo Pinheiro

Offline chicoperez

  • Esquentando
  • **
  • Mensagens: 102
  • Sexo: Masculino
Re: Trilha do Bonete - Insanidade
« Resposta #18 Online: Novembro 19, 2007, 10:13:11 am »
Que aventura, hein?  :twisted: ainda bem q nenhum dos colegas levou uma "picadura" daquela cobra cascavel  i.aia; ....parabéns  .clap
« Última modificação: Novembro 19, 2007, 10:13:55 am por chicoperez »
Francisco Perez
Rio de Janeiro - RJ

Offline Bastião (Giovani Buzzi)

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 4.093
  • Sexo: Masculino
  • Santa Maria Madalena - RJ
Re: Trilha do Bonete - Insanidade
« Resposta #19 Online: Novembro 19, 2007, 02:16:50 pm »
Ceis são tudo loco!

Cara, essa é pra contar pros netos.

Me fez lembrar um relato do Luiz Almeida que, quando queria se informar com os nativos sobre a possibilidade de se passar ou não de moto por determinado lugar, perguntava simplesmente: "Jumento passa ?". Essa daí acho que nem jumento de kichute passaria.

Parabéns pela coragem, espírito de aventura e capacidade de adaptação, que, no fim de tudo, como dizia Piaget, é a verdadeira expressão da inteligência.

Um abraço.
"Oh quão bom e quão suave é que o irmãos vivam em união!" (Salmo 133)

Moto Clube BODES DO ASFALTO
Grupo BASTIÕES DA ESTRADA.

Offline fck

  • ADMINISTRADOR
  • Ironbutt do FOL
  • *****
  • Mensagens: 3.018
  • Sexo: Masculino
  • São Paulo - SP
Re: Trilha do Bonete - Insanidade
« Resposta #20 Online: Novembro 19, 2007, 03:18:14 pm »
Obrigado a todos, vcs é que estão de parabéns por acompanhar as loucuras dos colegas... .clap

Para quem não conhece onde fica a praia do Bonete e sua difícil trilha, segue uma foto com o trajeto captado pelo GPS.

A Ilhabela fica localizada no litoral norte de SP, no porto de São Sebastião. Na foto marquei onde fica a balsa e o início da trilha.

Olha a foto.


 :rambo:

Offline Gui Dantas

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 2.545
  • Sexo: Masculino
  • Rio de Janeiro - RJ
Re: Trilha do Bonete - Insanidade
« Resposta #21 Online: Novembro 19, 2007, 03:46:57 pm »
Parabéns galera! Gostei de ver os cabloquinhos de calça jeans e sem capacete, os caras conhecem tudo mesmo. As motocas voltaram inteiras apesar das escoriações?

parabéns ,10468

Offline ROMERO

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 3.456
  • Sexo: Masculino
  • Campinas - SP
Re: Trilha do Bonete - Insanidade
« Resposta #22 Online: Novembro 19, 2007, 11:42:06 pm »
Parabens aos doidos,   .clap Fecker e Salles   .clap eu tenho vontade mas não tenho mais braço pra isso tudo, adoro a natureza e o que ela nos oferece.

Com certeza vieram com a alma lavada. :hihihi

Os dois companheiros são da ilha mesmo ??

Abraços e boas aventuras. :cheers:
ANTONIO ROMERO
F 800 GS MAÇA DO AMOR 2015
EX-XT 660R NEGONA   2007
EX-NEGUINHA     2005
EX-VERMELHONA 2002
2º,3º,4º,5º,6º,7º,9º,11º,12º,13º,15º,16º INTERESTADUAL EU FUI
1° NACIONAL EM POUSO ALEGRE - TAMBEM FUI

Offline Schulz

  • Pilotando na boa
  • ***
  • Mensagens: 221
  • Sexo: Masculino
  • Instrutor teórico de trânsito (Auto Escola)
Re: Trilha do Bonete - Insanidade
« Resposta #23 Online: Novembro 20, 2007, 02:04:03 am »
O que leva dois seres a fazerem essas coisa sem nexo, sem razão, sem motivos. talvez este texto extraído do clube XT600 resuma tudo....

Abraços.

"Difícil crer que seja possível preferir o desconforto de uma motocicleta,
onde se fica instavelmente instalado sobre um banquinho minúsculo, tendo que
fazer peripécias para manter o equilíbrio e torcendo para que não haja areia
na estrada.
Como podem achar bom transportar o passageiro, dito garupa, sem nenhum
conforto ou segurança, forçando o coitado a agarrar-se à pança do
motociclista, sujeitando ambos a toda sorte de desconfortos, como chuva, ou
mesmo aquela "ducha" de água suja jogada pelo carro que passa sobre a poça
ao lado, ou de ficarem inalando aquele malcheiroso escapamento dos caminhões
em uma avenida movimentada como a marginal Tietê, por exemplo, sem falar da
necessidade de se utilizar capas, casacos e capacetes, mesmo naqueles dias
de calor intenso.
Isso tudo enquanto convivemos numa época em que os automóveis nos oferecem
toda sorte de confortos e itens de segurança.
Ar-condicionado, que permite que você chegue ao trabalho sem estar fedendo e
suado; "air bags", barras laterais, cintos de três pontos, etc., que
conferem ao passageiro uma segurança mais do que necessária; som ambiente;
possibilidade de conversar com os passageiros (OS passageiros. ..) sem ter
que gritar e assim por diante.
Intrigante personagem, esse tal de motociclista.
Apesar de tudo o que disse acima, vejo sempre em seus rostos um estranho e
particular sorriso, que não me lembro de haver esboçado quando em meu carro,
mesmo gozando de todas as facilidades de que ele dispõe.
Passei, então, a prestar um pouco mais de atenção e percebi que, durante
minhas viagens, motociclistas, independente de que máquinas possuíssem,
cumprimentavam- se uns aos outros, apesar de aparentemente jamais terem se
visto antes daquele fugaz momento, quando se cruzaram em uma dessas estradas
da vida. Esquisito...
Prestei mais atenção e descobri que eles freqüentemente se uniam e reuniam,
como se fossem amigos de longa data, daqueles que temos tão poucos e de quem
gostamos tanto.
Senti a solidariedade que os une. Vi também que, por baixo de muitas
daquelas roupas de couro pesadas, faixas na cabeça, luvas, botas, correntes
e caveiras, havia pessoas de todos os tipos, incluindo
médicos, juízes, advogados, militares, etc. que, naquele momento, em nada
faziam lembrar os sisudos, formais e irrepreensíveis profissionais que eram
no seu dia a dia.
Descobri até alguns colegas, a quem jamais imaginei ver paramentados tão
estranhamente.
Muito esquisito...
Ao conversar com alguns deles, ouvi dos indizíveis prazeres de se "ganhar a
estrada" sobre duas rodas; sobre a sensação deliciosa de se fazer novos
amigos por onde se passa; da alegria da redescoberta do prazer da aventura,
independente da idade; e da possibilidade de se ser livre e alegre, rompendo
barreiras que existem apenas e tão somente em nossas mentes tão acostumadas
à mediocridade.
Vi, ouvi e meditei sobre o assunto.
Mudei minha vida...
Maravilhoso personagem, esse tal de motociclista.
Muitas motos eu tive, mas jamais fui um verdadeiro motociclista, erro que,
em tempo, trato agora de desfazer.
Mais que uma nova moto, a moto dos meus sonhos.
Mais que apenas uma moto, o rompimento dos grilhões que a mim impunham o
medo e o preconceito e que por tanto tempo me impediram de desfrutar de
tantas aventuras e amizades.
Deus sabe o tempo que perdi e as experiências que deixei de vivenciar.
Se antes os olhava com estranheza, mesmo sendo proprietário de uma moto (mas
não um motociclista) , vejo-os agora com profunda admiração e, quando não
estou junto, com uma deliciosa pontinha de inveja.
O interessante, é que conheço pessoas que jamais possuíram moto, mas que
estão em perfeita sintonia com o ideal motociclista.
Algumas chegam até mesmo a participar de encontros e listas de discussão,
não que isto seja imprescindível ou importante. O que importa é a filosofia
envolvida.
Hoje, minha esposa e eu, montados em nossos sonhos, planejamos, ainda
timidamente, lances cada vez maiores, sempre dispostos a encontrar novos
velhos amigos, que certamente nos acolherão de
braços abertos.
Talvez, com um pouco de sorte, encontremos algum motorista que, em seu
automóvel, note e ache estranho aquele personagem que, passando em uma
motocicleta, com o vento no rosto, ainda que sob chuva ou frio, mostre-se
alheio a tudo e feliz, exibindo um largo e incompreensível sorriso estampado
no rosto.
Quem sabe ganhemos, então, mais um irmão motociclista para o nosso grupo.
"Fernando Drummond."

ANTES DE RECLAMAR DA VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO, VEJA SE ELA NÃO ESTÁ PARTINDO INICIALMENTE DE VOCÊ!