Autor Tópico: EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte. Relatos: pág 106.  (Lida 173122 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Don.

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 8.533
  • Sexo: Masculino
  • Florianópolis / Sc.
EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte. Relatos: pág 106.
« Online: Maio 02, 2012, 04:43:12 am »
Um Nome ... Uma Ideologia.




SPOT
http://share.findmespot.com/shared/faces/viewspots.jsp?glId=0rEiWQIR43LWUf8DSdsDOKnfZseneNZFe

Acredito que o sonho de todo motociclista seja uma grande viagem, uma grande aventura que possa lembrar durante todo vida podendo contar aos filhos, netos e para qualquer um que tenha interesse em ouvir. A partir de agora vamos dividir com os amigos um pouco do nosso sonho.

Final de 2012 chegando, é bom colocar os sonhos em prática  kkkkk; kkkkk; kkkkk; kkkkk;


            Todas as Tradições Xamânicas recorrem ao poder dos quatro arquétipos para viver em harmonia e equilíbrio com o ambiente e a própria natureza interior: o Guerreiro, o Curador, o Visionário e o Mestre.

- Mostrar-se ou optar por estar presente. O estar presente nos permite ter acesso aos recursos humanos do poder, presença e comunicação. Este é o caminho do Guerreiro (Norte);

- Prestar atenção ao que tem coração e significado. Prestar atenção abre-nos para os recursos humanos do amor, gratidão, respeito e valorização. Este é o caminho do Curador (Sul);

- Dizer a verdade, sem culpar nem julgar. A verdade que não julga mantém nossa autenticidade e desenvolve nossa visão e intuição interiores. Este é o caminho do Visionário (Leste);

- Estar aberto para resultados, não preso a eles. A abertura e o desapego nos ajudam a recobrar os recursos humanos da sabedoria e da objetividade. Este é o caminho do Mestre (Oeste).


Trilhando Caminhos do Norte
Caminho do Guerreiro.

            Talvez o mais importante aspecto do Guerreiro seja sua capacidade de honrar e respeitar. Honrar é a capacidade que temos de conferir respeito ao outro. Tornamo-nos dignos de honra quando nossa capacidade de respeitar é expressa e fortalecida. O Guerreiro está propenso a um segundo olhar, em vez de manter-se aferrado a um ponto de vista particular em relação a uma situação ou pessoa.


  O búfalo é o guardião, representa a abundância. Os animais utilizados para cura são os alados, onde podemos voar. O princípio guia do Guerreiro é mostra-se e optar por estar presente. O Búfalo é um animal sagrado pois é fonte de vida para os índios das planícies da América do Norte. Do búfalo vinha não somente o alimento, mas as vestimentas, instrumentos e objetos sagrados feitos de couro e ossos, entre outras coisas.

       Por estar relacionado à abundância e à vida, os nativos honram este animal também com a Gratidão. Esta gratidão é expressa pela oração, pelo respeito com a vida e por tudo que é vivo no solo da Grande Mãe Terra. Este respeito a tudo ao qual estamos relacionados é o que, segundo a sabedoria nativa, nos mantêm conectados à abundância da vida. Saber honrar, saber orar, saber viver, saber doar, saber partilhar e agradecer sempre, eis a medicina sagrada deste animal.

       O caminho do Guerreiro está voltado para respeitar e proteger a estrutura e a função da Mãe Natureza. Quando nos tornamos cuidadores da terra, atingimos o arquétipo do Guerreiro e assumimos a responsabilidade pela forma pela qual nos utilizamos de nosso poder.


A Expedição
     
       Há 5 anos nasceu a ideia de uma grande viagem de moto até Machu Picchu - Peru, hoje esse projeto tem nome: Trilhando Caminhos do Norte. Nesse período iniciei estudos sobre o mototurismo, lendo relatos de muitos motociclistas com diferentes destinos. Alguns elaboraram minuciosos relatos, afim de auxiliar quem comungasse do mesmo sonho. Cito em agradecimento por todo material deixado: Chinaf, F.Quebramar, Cleber Bonotto e Vantuir Boppré.

       Para uma viagem como essa é importante que os expedicionários tenham objetivos em comum, mesmo estilo de pilotagem e o mais importante, amizade. Convite feito, convite aceito ...  A expedição terá três integrantes que serão apresentados no próximo post. Objetivamos 6 países: Brasil, Paraguai, Bolívia, Peru, Chile e Argentina em aproximadamente 27 dias totalizando quase 11.000 quilômetros.




        A aventura por si só já canaliza uma série de dificuldades, que vão desde problemas mecânicos em lugares ermos, diferenças culturais, constante racionalização de combustível em alguns países,  possibilidades de furar algum pneu. Porém a maior adversidade que encontraremos serão as baixas temperaturas. A expedição será realizada no inverno, onde não difícil encontrar temperaturas próximas de -15° C.

       Sempre sonhei (literalmente) em conhecer as Ruínas de Machu Picchu, quando penso no local tenho a sensação de estar voltando a casa. Após acompanhar o Documentário Caminhos da América (2009) realizado pelo produtor Vantuir Boppré e o fotógrafo Cleber Bonotto resolvi acrescentar alguns países nesse sonho de menino.


Os Expedicionários.


Don Machado




    Graduando em Naturologia Aplicada, Técnico em Enfermagem tendo cursado anteriormente alguns semestres de Bacharelado e Licenciatura em História na Universidade Federal de Santa Catarina, Enfermagem na Universidade do Vale do Itajaí. Grande afinidade: Xamanismo, Fitoterapia, Medicina Tradicional Chinesa, cultura Indígena, Práticas Marciais. Não poderia ser diferente: motociclismo.


O Motociclismo:

       Costumo dizer que quando subo na moto tenho a sensação de entrar em um plano paralelo. Aprendi a gostar de motores com meu pai, algumas crianças quando completam 3,4,5 anos ganham uma bola, eu ganhei um macacão, tenho boas lembranças  desse período. Algumas motos já tive, porém fui conhecer o mototurismo (eu diria o lado profissional) através do amigo Cleber Bonotto.

Prestou ainda outro grande favor, apresentou o FoL, forun com foco nos debates sobre a NX4 Falcon.


        Efetuei meu cadastro em 2007, foi a porta para conhecer grandes amigos. Como curriculun, viajei (de moto) por: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Rio de janeiro.

A Expedição.

       A Expedição Trilhando Caminhos do Norte é a junção de tudo que aprendi: conhecimentos do historiador, cuidados do enfermeiro, a proteção marcial, erguer e carregar a bandeira da Naturologia, aprender mais e mais sobre as plantas e por fim através do motociclismo entrar em contato novamente com esse mundo paralelo, dessa vez por 27 dias.


      Acredito que mais profundo que o interesse pela velocidade, sempre foi na verdade a busca por vivenciar o combustível adrenalina. Algumas pessoas precisam da tranquilidade para sentir-se bem, na contra mão sempre procurei atividades que pudessem gerar algum tipo de desafio. As atividades que busco (ei) sempre foram geradoras de sensações fortes: o sprint final do ciclismo (pratiquei por anos na categoria Speed), após 2 horas de treino sair do tatame com a sensação de missão cumprida seguindo as premissas marciais, o motor da motocicleta que volta a funcionar para mais uma viagem. A quem não faz parte deste meio (motociclístico) provável ser difícil assimilar essas percepções, porém afirmo que há uma simbologia, há uma somatória de expectativas que se transformam em realidade com a partida do motor. Não crio projeções, não crio imagens, não tento engessar. Estou aberto ao que possa surgir, quero vivenciar...

       Sinto que acima das dificuldades que o frio possa oferecer, estará a saudade dos que fazem parte de mim. Um mês longe dos que amo será difícil, porém um momento de aprender, aprender a valorizar cada vez mais essa rica convivência. Meus pais (Arlindo e Doroti), irmãos (Hudson e Ruan) o agradecimento pela oportunidade do convívio e constituição de uma unidade de bases sólidas, a família.         


       Aos amigos de Expedição muito obrigado, obrigado pela parceria, obrigado por fazer parte desse sonho que a Deusa das estradas nos acompanhe...


Jairo Storckmann




  Nascido em 09.10.1966, natural de Joinville SC, empresário do ramo plástico, praticante ávido de futebol até 1998 quando um acidente quase tirou a vida, após um período de recuperação, houve o retorno ao esporte, porém ficou claro que nao poderia deixar a vida passar apenas jogando futebol,  iniciei uma mudança na rotina, retornando ao motociclismo onde havia  parado após o casamento e filhos. O objetivo era claro viajar, conhecer lugares, fazer novas amizades, colocar a frente novos desafios afim de dar motivação e conhecer o verdadeiro sentido da vida. Junto ao motociclismo houve a inclusão em outros esportes como corrida e montain bike, onde até hoje participo de várias provas para manter o preparo fisico, mental e aliviar o stress do dia a dia.

       Dentre algumas competições e provas estão: São Silvestre, Meia Maratona do Rio de Janeiro, aventura de MTB com descida a Serra do Corvo Branco até Florianópolis (180km), Corrida MTB Márcio May Pedra Branca (56km) e outras inúmeras provas.   

       Quanto às viagens de motocicleta, pude conhecer muitos lugares, estados, países,  e fazer  amizades que espero manter pela vida; dentre elas a maior viagem já realizada foi com o amigo Barah em 2009 para o Chile  e Argentina, incluindo San Pedro de Atacama. A viagem ocorreu sem problemas, ficam as histórias, risadas, as fotos, as lembranças, no total foram 8500km em 16 dias, esta viagem foi em Janeiro, mês de muito calor.
       
       Após uma grande viagem, surge a sensação de que conseguimos realizar um grande desafio, porém nos vemos um tanto inúteis, o que nos sugere penetrar em outro projeto ainda mais aldacioso e desafiador,  um grande sonho sempre foi o de passar a Carretera de La Muerte na Bolívia, uma estrada famosa pelas inúmeras mortes e pelo risco da aventura.

        Porém faltariam parceiros, pois sozinho seria uma viagem muito arriscada que ia contra alguns princípios de segurança.   As amizades criadas através do FOL (FALCON ON LINE) permitiu conhecer muitos motociclistas e amigos, nas conversas o sonho começa a virar realidade, indo da fase de projeto a excecução. Enfim, chegou a hora deste desafiador projeto, iniciando pela época da viagem (julho), onde o frio é muito intenso, pelas estradas ruins com suas inúmeras pedras, rípio, pelo equipamento limitado (motocicleta Falcon), pelas surpresas que nos esperam, esta expedição tem todos os predicados para marcar nossas vidas de uma maneira inesquecível, apenas o motociclismo cumpre o papel de fazer amigos, cruzar desafios, nos levar a lugares inimagináveis seja pelas suas belezas ou dificuldades, guardar lembranças, buscar a realização de sonhos e principalmente pela sensação de liberdade proporcionada através de uma motocicleta, independente de seu tipo ou cilindrada.

 
       Dedico esta viagem aos meus filhos (Júnior e Jaleska) e a minha esposa (Eliza), que me acompanha a 23 anos, onde espero que entendam profundamente, que a vida esta aí para ser vivida, de uma forma saudável, preservando acima de tudo a família, amigos e o gosto pela aventura, buscando a realização de nossos sonhos.

UM POUCO DE POEIRA...


<a href="http://www.youtube.com/v/_1UbAzaxmtk?version=3&amp;amp;hl=pt_BR" target="_blank" class="new_win">http://www.youtube.com/v/_1UbAzaxmtk?version=3&amp;amp;hl=pt_BR</a>



+ em: www.trilhandocaminhosdonorte. blogspot.com
« Última modificação: Agosto 06, 2012, 02:43:55 am por Don. »


Não pense que a cabeça aguenta se você parar!

Offline F L A V I L D O

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 13.122
  • Sexo: Masculino
  • Guarulhos - SP
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #1 Online: Maio 02, 2012, 06:15:40 am »
 :cheguei

ja conversamos um pouco. em ribeirao e por email.. se eu  lembrar de algo  ou se tiverem alguma  duvida. ou ajuda etc etc etc


só falar

no mais.   show de roteiro   .clap .clap .clap

ainda bem que a moto do jairo deu pau na volta pra SC. imagina se é la fora  rit50 rit50


 ,10468


« Última modificação: Maio 02, 2012, 06:17:44 am por F l a v i l d o »
Flavildo
Liberdade acima de tudo
RX125 (1980) / DT180 (1982) / XL250R (1983) / Agrale Elefant 27.5 (1987) / Falcon (2000) / Falcon (2008) / XT660R (2007) / F800GS (2012) / F800GS Thophy

Offline Don.

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 8.533
  • Sexo: Masculino
  • Florianópolis / Sc.
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #2 Online: Maio 02, 2012, 06:30:57 am »
Do Jairo nada véio, foi a minha mesmo  calada1

 kkkkk; kkkkk; kkkkk; kkkkk; kkkkk;

Valeu pela força.  :thumleft:
Não pense que a cabeça aguenta se você parar!

Offline F L A V I L D O

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 13.122
  • Sexo: Masculino
  • Guarulhos - SP
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #3 Online: Maio 02, 2012, 06:57:11 am »
Do Jairo nada véio, foi a minha mesmo  calada1

 kkkkk; kkkkk; kkkkk; kkkkk; kkkkk;

Valeu pela força.  :thumleft:
eo que era??

a minha tbem   deu pau la na hora de sair, mais   resolvi ali mesmo.  era  um conector comum terminal solto.   rit50 rit50 rit50
Flavildo
Liberdade acima de tudo
RX125 (1980) / DT180 (1982) / XL250R (1983) / Agrale Elefant 27.5 (1987) / Falcon (2000) / Falcon (2008) / XT660R (2007) / F800GS (2012) / F800GS Thophy

Offline Don.

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 8.533
  • Sexo: Masculino
  • Florianópolis / Sc.
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #4 Online: Maio 02, 2012, 07:03:06 am »
Cara que botão fiduma, pior que empurramos e a moto não pegou....
Não pense que a cabeça aguenta se você parar!

Offline Boeira

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 13.605
  • Sexo: Masculino
  • Capanema - PR
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #5 Online: Maio 02, 2012, 07:09:57 am »
Manos, Desde já estamos a disposição, se precisarem de alguma coisa aqui em Capanema na fronteira com Argentina é só dar um alô.  :thumleft:
"Não tento explicar às pessoas porque é que viajo de moto.
Para os que compreendem, nenhuma explicação é necessária!!!
Para os que não compreendem nenhuma explicação é possivel."

Offline Don.

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 8.533
  • Sexo: Masculino
  • Florianópolis / Sc.
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #6 Online: Maio 02, 2012, 07:15:37 am »
Manos, Desde já estamos a disposição, se precisarem de alguma coisa aqui em Capanema na fronteira com Argentina é só dar um alô.  :thumleft:

A ideia é passar em Capanema no sábado p ter dar um abrs parceiro e seguir p Foz.... :thumleft:
Não pense que a cabeça aguenta se você parar!

Offline Boeira

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 13.605
  • Sexo: Masculino
  • Capanema - PR
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #7 Online: Maio 02, 2012, 07:31:27 am »
A ideia é passar em Capanema no sábado p ter dar um abrs parceiro e seguir p Foz.... :thumleft:

Mano, qual sabado, não vi a data saida da viagem...   :scratch:
"Não tento explicar às pessoas porque é que viajo de moto.
Para os que compreendem, nenhuma explicação é necessária!!!
Para os que não compreendem nenhuma explicação é possivel."

Offline João_Biela

  • ADMINISTRADOR
  • Ironbutt do FOL
  • *****
  • Mensagens: 6.334
  • Sexo: Masculino
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #8 Online: Maio 02, 2012, 07:47:57 am »
Don. e Jairo,

Show de bola... queria eu embarcar nessa viu...
Boa viagem e boa sorte, não esqueça dos relatos e fotos pra gente!

Forte abraço!
16 98188 8002 TIM

Offline Andre_Araujo

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 4.110
  • Sexo: Masculino
  • Cachoeiro de Itapemirim - ES
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #9 Online: Maio 02, 2012, 07:54:54 am »
Don,

Show de bola!!!! Bacana demais!!!

Estarei aqui viajando com vocês e ganhando experiências para a minha viagem, que se Deus quiser será em um futuro não muito distante!!!

Tudo de bom para vocês.!!

Offline Don.

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 8.533
  • Sexo: Masculino
  • Florianópolis / Sc.
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #10 Online: Maio 02, 2012, 09:04:03 am »
Mano, qual sabado, não vi a data saida da viagem...   :scratch:

Dia 7 de julho, se não for te atrapalhar Boeira ...  :thumleft: visita de médico mesmo.  :thumleft:
Não pense que a cabeça aguenta se você parar!

Offline Don.

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 8.533
  • Sexo: Masculino
  • Florianópolis / Sc.
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #11 Online: Maio 02, 2012, 09:04:39 am »
Don,

Show de bola!!!! Bacana demais!!!

Estarei aqui viajando com vocês e ganhando experiências para a minha viagem, que se Deus quiser será em um futuro não muito distante!!!

Tudo de bom para vocês.!!

Obrigado parceiro ...  :thumleft: :thumleft:
Não pense que a cabeça aguenta se você parar!

Offline Boeira

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 13.605
  • Sexo: Masculino
  • Capanema - PR
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #12 Online: Maio 02, 2012, 09:16:00 am »
Dia 7 de julho, se não for te atrapalhar Boeira  :thumleft: visita de médico mesmo.  :thumleft:

Beleza mano, a principio não temos compromisso no dia 7 de julho, tranquilo... há... "motociclistas viajantes" não me atrapalham em nada mano...   :thumleft:

Mas... achei um tanto ousada a data desta viagem, em pleno inverno,   :thumleft:
« Última modificação: Maio 02, 2012, 09:17:33 am por Boeira »
"Não tento explicar às pessoas porque é que viajo de moto.
Para os que compreendem, nenhuma explicação é necessária!!!
Para os que não compreendem nenhuma explicação é possivel."

Offline Don.

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 8.533
  • Sexo: Masculino
  • Florianópolis / Sc.
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #13 Online: Maio 02, 2012, 09:18:24 am »
A ideia é essa Boeira.
Vamos até onde for possível, com responsabilidade e já tendo estudado muito.  :thumleft:
Não pense que a cabeça aguenta se você parar!

Offline Carlosfloripa

  • Ironbutt do FOL
  • ******
  • Mensagens: 3.533
  • Sexo: Masculino
  • Liberdade Sempre Floripa SC
    • orkut
Re:EXPEDIÇÃO Trilhando Caminhos do Norte.
« Resposta #14 Online: Maio 02, 2012, 09:23:17 am »
Boa sorte aos amigos na viagem. E já sabem, se precisarem de alguma coisa que eu possa ajudar, estamos aqui a disposição. :thumleft: :thumleft: :thumleft:
XL 700V Transalp 2012 Verde
ex XT 660 R 2008 Preta
ex Falcon 2008 Preta
ex Twister 2004 Vermelha
ex CB 450 1986 Vermelha
ex CB 450 1986 Vermelha
ex CB 400 1982 Preta/Amarelo
ex CG 125 1981 Branca