FalconOnLine - Aprecie sem Moderacao

ENCONTROS/VIAGENS => Dicas para sua Viagem => Tópico iniciado por: #Marcus em Agosto 21, 2009, 10:40:38 am

Título: VIAGEM DE MOTO!
Enviado por: #Marcus em Agosto 21, 2009, 10:40:38 am
"Como um motivador de viagens, que vai além do motociclismo, julgo que cada qual deve viajar sem dar excessiva importância a certos aspectos, como distância, percurso, tipo da moto, bem como se equiparar a quem quer que seja, algo bastante comum. Afinal, cada viagem é única, algo que não adianta relatar ou mostrar além do necessário, pois o importante é aquilo que fica com o viajante.

Certamente, muitos viajam mais preocupados em poder dizer “também fui lá”, ou seja, mais para os outros que para si, o que é um grande equívoco. Claro que se inspirar é salutar, porém quando o aspecto competitivo se evidencia, certamente, é hora de reavaliar valores.

Admiro pessoas determinadas que viajam sem se preocupar com a opinião dos outros. Por exemplo, se prefere viajar pelo litoral ao invés das montanhas, não adianta dizer que “fulano” foi á China ou “sicrano” ao Pólo Norte, que ele continuará viajando dessa forma. Há aqueles que não gostam de viajar ao Exterior ou para regiões frias ou quentes, bem como outros que preferem viajar em grupos ou, então, de forma solitária, afinal, gosto é gosto !

Enquanto puder, viajarei, não importa para onde, com quem, qual a distância ou se o destino é ou não algum tipo de “Meca”, dessas que todos desejam conhecer.

Quando não mais puder viajar de moto, o farei por outros meios. Claro que “pacote turístico” será a última das alternativas, mas nem isso descartarei !

Vamos viajar !"

Antonio Casteleiro



Título: Re: VIAGEM DE MOTO!
Enviado por: chinaf em Agosto 21, 2009, 12:23:25 pm
Fala galera, blz ?

Bom texto, gostei bastante, principalmente o final, o que fazer quando não puder mais ir de moto.......Legal!!!!

Só discordo de alguns pontos, há alguns lugares que são mágicos, que merecem ser visitados, não porque são "mecas", mas pq são o que são.

Ushuaia é um ponto assim, Prudhoe Bay é outro e há tantos no mundo, cada qual tem o seu significado e o seu valor, varia de pessoa para pessoa, assim como cada viagem é de fato uma viagem diferente, dependendo de quem vai, embora os destinos sejam os mesmos.

Acredito que há lugares mágicos, pouco conhecidos, aliás muitos ainda, há outros que tem "uma mística" por trás (Carretera Austral, Ruta 40, BR 319, Transamazônica), cada qual com sua beleza, cada qual com o seu significado.

O importante é ir, há varios caminhos que vão há Roma, mas a Roma é o mesmo em todos os ditados.

Isso, claro, na minha opinião, que se parece vaga ou diferente, é pq é assim mesmo, o mundo é feito das diferenças, não das igualdades, cada um tem o seu jeito, a sua forma de pensar, o seu modo de agir, e o melhor cada um tem uma moto e um motoqueiro/motociclista dentro de si, mesmo o Alexandre Garcia........heheheheheehehe heheheheheheh

Tem um ditado que diz (aliás valiosíssimo ditado) Quem viaja de carro, vê a paisagem, quem viaja de moto, faz parte da paisagem.

O Ted Simon (Planet Jupiter e que aparece em LWR) disse no episódio de LWR algo assim: "viajar de moto propicia um contato maior com o povo, com o clima, vc sente o clima, vc sente o frio, a chuva, vc sente o lugar, é por isso que uma viagem de moto é mais completa."

Acho chato ouvir que a viagem tem que começar por aqui e terminar lá, acho mais chato ainda, ter que viajar um determinado trecho/lugar/país para "poder" ir para outros, mas respeito a opinião de quem pensa assim, eu prefiro, conhecer tudo, se puder ir além disso melhor......heheheheheheheehe h

Mas, não dá para ver tudo de uma vez só, por isso é bom saber que a gente pode ir sempre, até quando a moto não puder acompanhar, LEGAL essa parte.

Grande abraço,
Título: Re: VIAGEM DE MOTO!
Enviado por: Roberto-FBI em Agosto 21, 2009, 01:40:20 pm
Concordo e discordo em alguns pontos porem fica a certeza que um minuto de prazer é relativo,

Um minuto tomando sorvete passa rapido (mesmo por que o sorvete derrete  :hahaha )
mais um minuto andando sobre brasas eé uma eternidade, (teoria da relatividade )